Feng Shui: conheça essa técnica milenar

Saiba como o Feng Shui pode ajudar em diferentes setores da vida


Por Lilian Christine


Durante a pandemia tivemos que ficar mais tempo dentro de nossas casas e até dividir o ambiente residencial com o trabalho, o chamado home office.


Desse modo, aplicar o Feng Shui pode ser uma excelente dica para aplicar nesse momento e sempre. Esta técnica milenar permite harmonizar a energia de nosso lar; seja com a ajuda de uma pessoa especializada ou até mesmo por práticas que podem ser feitas por nós mesmos no dia a dia.



Mas o que é Feng Shui?


Feng Shui ou Kan Yu é uma arte chinesa milenar, de harmonização energética que busca organizar os nossos espaços dentro de uma visão interativa entre o ser humano e a natureza. Essa prática, que foi difundida através de práticas familiares, surgiu na China há aproximadamente 4.000 anos e significa literalmente Vento-Água.

A base do Feng Shui é a energia vital, conhecida como "chi", que está presente e circula em todos os ambientes e objetos.


Uma das prioridades do Feng Shui é a aproximação com a natureza. Por isso, ao mobiliar sua casa, procure ter objetos naturais como plantas, cristais, fontes de água corrente e tudo aquilo que mantenha essa conexão.


Os antigos chineses acreditavam que se você escolhesse o local certo para morar, teria uma vida próspera e equilibrada.


Atualmente a prática do Feng Shui nos ajuda a equilibrar as energias naturais dos ambientes, que influenciam diretamente em aspectos essenciais de nossas vidas, como: saúde, trabalho, relações familiares e sociais e relacionamentos amorosos.





Como aplicar o Feng Shui para harmonizar os ambientes


O Feng Shui permite harmonizar casas e apartamentos e também pode ser aplicado em empresas e espaços comerciais.


A Consultora de Feng Shui, designer de ambientes e paisagista Cilla Gaya explica que o Feng Shui combina a estética do ambiente, a psicologia neurolinguística, o fluxo do Qi (energia responsável por tudo que existe no Universo - energia vital), a radiestesia e radiônica, o Yue Shu Ming Li – numerologia chinesa, entre outras técnicas.


“Um dos fundamentos do Feng Shui é entender que o ambiente reflete quem somos e quem podemos ser. Portanto, a modificação do ambiente causa um efeito cascata que repercute mudando um todo”, afirma a consultora que há 12 anos atua nessa área.

Ao utilizar a radiestesia por exemplo dentro do Feng Shui é possível captar vibrações negativas (presentes em ralos abertos, tampa de vaso levantada, tampa de lixeira aberta etc) pois o espaço onde moramos nos traz informações sobre a harmonia e o desequilíbrio das energias locais.


Cada cômodo tem uma função, uma energia e faz parte da casa, assim como cada membro do corpo e também deve ser cuidado com bastante atenção e a radiestesia dentro do Feng Shui ajuda a manter a casa com energias positivas e boas vibrações.



Entendendo o baguá


O primeiro passo para incorporar o Feng Shui em sua residência é conhecer o baguá – um mapa dos centros de energia da residência e dos cômodos. Ele é um octógono dividido em nove segmentos que influenciam sua vida, conforme o esquema abaixo:




De acordo com Cilla, o Feng Shui cria um padrão na composição do ambiente, que envolve objetos, cores e arrumação, que recria o padrão da natureza e seus ciclos através do baguá.


“Entendendo então que cada ambiente pode recriar o padrão da natureza, devemos aplicar o baguá. Para aplicá-lo devemos primeiro dimensionar, sem deformar, a área do Trabalho – S, próximo a porta de entrada, de forma que a porta fique na área da Espiritualidade - SE”, complementa.




Cilla lembra ainda que aplicar o baguá em uma residência é uma tarefa profissional, pois nem sempre a arquitetura cria cômodos quadrados com portas que estão próximas a paredes.


“O ideal é que os cômodos tenham as paredes do mesmo tamanho. A porta deve abrir sempre para a direita no sentido de quem entra. E não se deve ter janelas na mesma direção da porta”, explica a consultora.



Como harmonizar sua casa


Como vimos, ativar e harmonizar um local demanda um entendimento minucioso da funcionalidade de todos os aliados, técnicas e ferramentas. Porém Cilla afirma que o Feng Shui não resolve todos os problemas e questões da vida e sua prática oferece as ferramentas, vantagens e oportunidades, que se bem utilizadas, podem trazer sorte, fortuna, saúde, riquezas e muito mais.


A seguir, separamos algumas dicas da consultora de Feng Shui que valem para harmonizar qualquer espaço de sua casa. Vamos lá :


  • Evite posicionar local de assento de forma que o ocupante fique de costas para porta;

  • A cama deve ficar em um local, onde a cabeceira fique em diagonal para porta;

  • A cabeceira da porta não deve ficar de frente para a porta;

  • Portas alinhadas com janelas trazem desequilíbrio do Qi;

  • Longos corredores trazem desequilíbrio do Qi;

  • Se a pia estiver localizada do lado direito do fogão, coloque um objeto de madeira entre eles;

  • Evite deixar o lixo sem tampa;

  • Evitar deixar o ralo aberto;

  • Evitar sanitário sem tampa ou constantemente aberto;

  • Evitar plantas com espinhos dentro de casa.





Como revitalizar a energia da casa


A consultora Cilla também nos passou dicas práticas de como manter as energias auspiciosas dentro de nosso ambiente:


  • Não mantenha objetos quebrados ou que trazem memórias dolorosas em casa;

  • Deixe circular o ar, afinal o significado do nome Feng Shui é VENTO e água;

  • Deixe a luz do sol entrar em casa, portanto as cortinas precisam ficar sempre abertas;

  • Aromas são grandes aliados que movimentam o Qi e atraem energias específicas segundo a aromaterapia (que é outro técnica utilizada no Feng Shui);

  • Evite o acúmulo de objetos que podem juntar poeira e sujeira;


“ Na verdade, o acúmulo de objetos em si não causa problemas, mas a falta de manutenção deles sim. O local que fica muito tempo sem movimentar cria energia estagnada. Esta energia é semelhante à água parada – com o tempo ela estraga e apodrece”, explica Cilla.

  • Cuidado com as portas e pórticos. Eles precisam estar sempre limpos;


“Quase ninguém lembra de limpar a parte de cima do pórtico da porta e nem a parte de cima da folha da porta. Bem, as portas costumam ser portais de energia que filtram nossas energias desequilibradas e, se constantemente limpas, fazem muito bem este trabalho. Porém, se negligenciadas, com o tempo, deixam de ser eficazes”, alerta.

  • Procure ter fontes de água corrente, sinos dos ventos e objetos com movimentos circulares que ajudam a curar os ambientes, pois os grandes aliados para movimentar as energias do Qi são o barulho e movimento;

  • O banheiro e o ralo costumam sugar a energia de nossas casas. Deixe o ralo sempre fechado e a tampa do vaso abaixada. Não deixe sanitário aberto.


Essas foram dicas bem práticas e simples, que se forem feitas no dia a dia, já ajudam a harmonizar a energia que mantemos em nossas casas.


Que tal aplicá-las?


Namastê!



[]

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo