top of page

Entendendo a conexão entre Yoga, Chakras e Prana


yoga chakras

Se você pratica Yoga, é provável que já tenha se deparado com o termo "Chakras" e sua associação com os enigmáticos "discos de poder". A busca pelo equilíbrio desses centros energéticos muitas vezes deixa mais perguntas do que respostas.


No entanto, a chave para compreender essa complexidade pode estar na conexão entre os conceitos de Chakras e as Glândulas Hormonais, revelando um caminho mais racional e prático para alcançar a sua harmonia e paz interior.



yoga chakras


Tudo é energia


Ao mergulharmos nos ensinamentos do Yoga, encontramos uma chave crucial para aprimorar nossa saúde física: a manipulação da energia vital, conhecida como Prana.


Prana é a força vital que permeia todo o universo, uma corrente invisível que flui em cada célula, tecido e órgão do nosso corpo. Compreender e direcionar essa energia vital é fundamental para alcançar um estado de equilíbrio, tanto físico quanto mental, durante a prática de Yoga.


E Pranayama (domínio de Prana) é a essência que conecta os centros de energia do corpo e as glândulas hormonais. Cada Chakra, ao ser manipulado por meio de práticas específicas de Yoga, promove algum nível de regulação hormonal, resultando em uma experiência mais profunda e significativa durante a prática de meditação.



hatha yoga


A eletroquímica da massa biológica


As glândulas endócrinas desempenham um papel fundamental na regulação do corpo humano, exercendo uma influência significativa sobre as emoções e o bem estar psicológico. Essas glândulas, como a tireoide, adrenal e pituitária, secretam hormônios que afetam diretamente o funcionamento do sistema nervoso e, por conseguinte, o estado emocional.


O desequilíbrio hormonal pode levar a alterações no humor, manifestando-se em sintomas como ansiedade, irritabilidade, tristeza ou falta de energia. Práticas regulares de exercícios, alimentação balanceada e, obviamente, as técnicas de Yoga, desempenham um papel crucial na promoção desse equilíbrio, assegurando a boa saúde física e provendo maior estabilidade emocional ao praticante.


O professor Hermógenes, em seu livro "Autoperfeição com Hatha Yoga", já destacava uma visão detalhada das interações entre as glândulas hormonais e a busca pela regulação adequada para uma vida equilibrada. Ele apresentou os "discos de poder" muito além de conceito metafísico, descrevendo-os como componentes fisiológicos intrínsecos ao nosso corpo, influenciando tanto nosso corpo quanto nosso funcionamento mental e padrão comportamental.




chakras

Chakras e Glândulas Hormonais: Uma Sintonia Perfeita


A prática de Yoga, então, visa ajustar a "eletroquímica" corporal. A relação entre os sete Chakras e suas contrapartes nas glândulas hormonais destaca a importância de entender e aplicar técnicas específicas para alcançar esse equilíbrio energético.



Chakra da Raiz (Muladhara)


Glândula Adrenal: O Chakra da Raiz está localizado na base da coluna vertebral e representa a estabilidade e a conexão com a terra. A glândula adrenal, relacionada a esse chakra, regula o estresse e a resposta de luta ou fuga. Práticas de yoga que envolvem posturas de equilíbrio e fundamentais, como Tadasana (Postura da Montanha) e Virabhadrasana (Postura do Guerreiro), ajudam a fortalecer esse chakra e equilibrar as funções hormonais relacionadas.


Chakra do Sacro (Svadhishthana)


Glândulas Gonadais: O Chakra do Sacro está localizado na região abaixo do umbigo e está associado às glândulas gonadais, que regulam a função reprodutiva e os hormônios sexuais. Práticas de Yoga que estimulam a região pélvica, como o Malasana (Postura da Guerlanda), podem aumentar o fluxo de energia nessa área e ajudar a equilibrar os hormônios sexuais.



Chakra do Plexo Solar (Manipura)


Glândula Pancreática: O Chakra do Plexo Solar está localizado na região do estômago e está relacionado à glândula pancreática. Essa glândula regula a digestão e o metabolismo. Práticas de Yoga que envolvem torções e compressões abdominais, como o Ardha Matsyendrasana (Postura do Meio Torção Espinal) e o Navasana (Postura do Barco), estimulam o Chakra do Plexo Solar, melhorando a função digestiva e a regulação hormonal.



chakras


Chakra do Coração (Anahata)


Glândula Timo: O Chakra do Coração está localizado na região do coração e está associado à glândula timo. Essa glândula desempenha um papel crucial na regulação do sistema imunológico. Práticas de Yoga que abrem o peito, como o Ustrasana (Postura do Camelo) e o Bhujangasana (Postura da Cobra), podem fortalecer o Chakra do Coração, estimulando a glândula timo e melhorando a resposta imunológica.


Chakra da Garganta (Vishuddha)


Glândula Tireoide: O Chakra da Garganta está localizado na região da garganta e está relacionado à glândula tireoide. A tireoide regula o metabolismo e o equilíbrio hormonal geral. Práticas de Yoga que envolvem posturas de alongamento da garganta, como o Sarvangasana (Postura da Vela) e o Halasana (Postura do Arado), estimulam a glândula tireoide, ajudando a regular os hormônios e melhorar a função metabólica.


Chakra do Terceiro Olho (Ajna)


Glândula Pineal: O Chakra do Terceiro Olho está localizado entre as sobrancelhas e está associado à glândula pineal. A glândula pineal regula o ritmo circadiano e a produção de melatonina, o hormônio do sono. Práticas de Yoga que envolvem posturas de equilíbrio e concentração, como o Padmasana (Postura de Lótus) e o Shavasana (Postura do Cadáver), estimulam o Chakra do Terceiro Olho, ajudando a equilibrar a glândula pineal e promover um sono saudável.


Chakra da Coroa (Sahasrara)


Glândula Pituitária: O Chakra da Coroa está localizado no topo da cabeça e está relacionado à glândula pituitária. A pituitária é conhecida como a "glândula mestra" porque regula a função de outras glândulas endócrinas no corpo. A prática de meditação e Yoga que envolve visualizações e foco na conexão espiritual pode estimular o Chakra da Coroa e a glândula pituitária, promovendo um equilíbrio hormonal mais amplo e um senso de conexão mais profundo.




yoga


O Caminho para o Equilíbrio Energético


A compreensão mais profunda que o Yoga oferece sobre a manipulação de energia vital é indispensável para aprimorar a prática meditativa e, consequentemente, alcançar a libertação do indivíduo.


Ao reconhecer a conexão entre os diversos componentes que nos compõem (os Chakras, as glândulas endócrinas e a energia vital), o praticante de Yoga adquire uma visão completa de si, transcendo os limites físicos e mentais para alcançar plenitude e conexão com o universo.




[]


Saiba mais: YOGA PARA EMPRESAS

Saiba mais: FORMAÇÃO EM YOGA

Comments


bottom of page